Educação Especial/ Intervenção Precoce/ Psicomotricidade

Educação Especial - Educação Inclusiva / Intervenção Precoce / Psicomotricidade

A Intervenção Precoce destina-se a crianças até à idade escolar que estejam em risco de atraso de desenvolvimento, manifestem deficiência, ou necessidades educativas especiais. Consiste na prestação de serviços educativos, terapêuticos e sociais individualizados às crianças e suas famílias, com o objectivo de promover um desenvolvimento harmonioso.

Porquê intervir precocemente?

Existem três razões fundamentais:

  • Quanto mais cedo se iniciar a intervenção maior é o potencial de desenvolvimento de cada criança;
  • Para proporcionar apoio e assistência à família nos momentos mais críticos;
  • Para maximizar os benefícios sociais da criança e família.

A Psicomotricidade assume-se como uma nova vertente clínica em expansão no nosso país e apresenta-se como uma área de conhecimento transdisciplinar, que estuda e investiga as relações e as influências recíprocas e sistémicas entre as funções psíquicas e a motricidade.

As atividades psicomotoras facilitam o acompanhamento e desenvolvimento de alunos especiais Psicomotricidade nas Necessidades Educativas Especiais. Ajudam a que a criança ponha em prática a sua capacidade de perceção, ação e contacto, de acordo com as suas possibilidades.

A psicomotricidade vai ajudar crianças com:

  • Dificuldades de coordenação motora (ex. problemas de equilíbrio e falta de destreza);
  • Dificuldades na motricidade fina (ex. cortar, pintar dentro do risco);
  • Dificuldades na motricidade grafomotoras (ex. pega no lápis e pressão fraca ou forte);
  • Dificuldades de aprendizagem;
  • Dificuldade de aprendizagem específicas (ex: dislexia, disortografia, disgrafia);
  • Problemas na concentração;
  • Problemas de comportamento (ex.:agressividade e comportamento;
  • Dificuldades de comunicação;
  • Atraso no Desenvolvimento Psicomotor

A Educação Especial visa o desenvolvimento de modelos, no intuito de garantir aprendizagens de qualidade e igualdade de oportunidades para todos os alunos, na construção de projetos educativos inclusivos, rumo ao sucesso escolar e pessoal.

Através da identificação das capacidades individuais das crianças com Necessidades Educativas Especificas pretende-se estimular e desenvolver as suas competências académicas, cognitivas, psicolinguísticas, emocionais, psicomotoras, sociais e comportamentais. Esta forma de intervenção terapêutica permite aos alunos alcançarem o seu máximo potencial, garantindo o acesso ao currículo e às aprendizagens essenciais.

As áreas de intervenção no ensino especial inclusivo, são diversas e incluem a aplicação de programas específicos individualizados para as diversas perturbações do neurodesenvolvimento:

  • Dificuldades de Aprendizagem Específicas (dislexia, disortografia, disgrafia, discalculia);
  • Perturbações Intelectuais e do Desenvolvimento
  • Perturbação de Défice de Atenção / Hiperatividade
  • Perturbações do Espetro do Autismo
  • Perturbações do Comportamento
Tem dúvidas? Gostaria de falar connosco?

A Nossa Equipa

Foto Elsa Duarte

Elsa Duarte

Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação / Psicomotricista

Concluiu os seus estudos na Faculdade de Motricidade Humana onde tirou a Licenciatura em 1998, aprofundou conhecimentos com o Mestrado em Ciência Cognitiva que concluiu em 2014. Ao longo de 22 anos desenvolveu uma ampla experiência profissional em Educação Especial, assim como especialização nas Ciências Cognitivas, sendo coautora de artigos científicos no estudo da cognição e dos processos mentais associados à linguagem, aprendizagem e memória.
Tem vindo a desenvolver a sua atividade clínica em centros especializados na terapia e reeducação psicoeducacional enquanto Técnica Superior de Educação Especial e Reabilitação / Psicomotricista onde tem desempenhado funções tais como Responsável pela Avaliação Psicomotora e Intervenção Terapêutica nas áreas da Psicomotricidade, Intervenção Precoce, Intervenção Psicoeducacional e Desenvolvimento Psicossocial, a crianças com Necessidades Educativas Especiais,desenvolvimento e implementação de programas educativos individualizados entre outros.
Desde modo, pretende investir todo o seu conhecimento e elevada motivação no trabalho das competências específicas de crianças e jovens com necessidades educativas específicas, por forma a assegurar uma plena igualdade de oportunidades em todas as suas vivências.